i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

Parque Da Juventude

Parque da Juventude: Paisagismo como ressignificador espacial

12:00 - 4 Outubro, 2017
Parque da Juventude: Paisagismo como ressignificador espacial, © Katarina Holanda
© Katarina Holanda

Quem passa pelo Parque da Juventude, em São Paulo, em meio a seus belos e generosos espaços permeados pelo paisagismo e a presença da população usufruindo-o, até se esquece do quão trágico já foi o espaço.

Presente na memória dos paulistanos como espaço marcado pela violência, a área com mais de 240 mil metros quadrados, localizada no barro de Santana, na zona norte da capital paulista, até 2002 abrigou o antigo Complexo Penitenciário do Carandiru, historicamente conhecido como o maior da América Latina.Se não bastasse a imagem negativa, a área praticamente rejeitada pelo Estado e sociedade, em 1992 ocorreu ali o massacre de 111 presos, retratado em músicas, livros e no cinema.

MEY Studio | Visita Nº2 - Parque da Juventude | Paisagismo e Ressignificação Espacial

14:46 - 22 Abril, 2017
MEY Studio | Visita Nº2 - Parque da Juventude | Paisagismo e Ressignificação Espacial, Foto divulgação por MEY Studio
Foto divulgação por MEY Studio

O MEY Studio, fundado no ano de 2016, por três estudantes de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Anhembi Morumbi (Laureate International Universities), Matheus Pereira, Ellen Corrêa e Yasmim Amorim, imbuídos pelo insaciável desejo em analisar o espaço urbano e conhecer de modo mais profundo a arquitetura paulista e suas camadas, o projeto nasceu da vontade e desejo em despertar aos estudantes de arquitetura e urbanismo e interessados à área, uma nova percepção do espaço, através da observação à Cidade e aos lugares em que convivemos diariamente e não notamos-o em sua mera importância. Com isso, o Studio busca debater temáticas do espaço urbano e arquitetônico em conjunto com suportes de registros, como o croqui urbano e a fotografia, permitindo, então, a construção de um olhar mais crítico ao espaço.