i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. 7 Erros que acabam com um currículo de arquitetura

7 Erros que acabam com um currículo de arquitetura

  • 07:00 - 17 Julho, 2017
  • por Brandon Hubbard
7 Erros que acabam com um currículo de arquitetura
7 Erros que acabam com um currículo de arquitetura, Alex Rodríguez Santibáñez <a href='https://unsplash.com/@alexrds?utm_medium=referral&utm_campaign=photographer-credit&utm_content=creditBadge'>Via Unsplash</a>
Alex Rodríguez Santibáñez Via Unsplash

Este artigo foi originalmente publicado no blog de Brandon Hubbard, The Architect's Guide.

De acordo com um novo estudo divulgado pela TheLadders, os empregadores gastam, em média, apenas seis segundos lendo seu currículo. Isso prova a importância de apresentar um currículo conciso e bem formatado que enfatize suas maiores habilidades e experiências.

Eu tenho o "privilégio" de ler centenas, senão milhares, de currículos de arquitetura ao longo do ano. Isso me dá uma oportunidade única de ver uma série de exemplos bons e ruins. Muitas vezes, os exemplos mais fracos vêm de candidatos mais jovens que estão a muito pouco tempo no mercado de trabalho. Se você está começando a sua carreira, criar um currículo pode ser uma tarefa assustadora.

Em um artigo anterior, Como Escrever um Currículo Perfeito de Arquitetura, cobrimos todas as coisas que você deveria fazer para preparar um currículo bem-sucedido. No entanto, é igualmente importante saber as coisas que você não deve fazer.

Lembre-se, você só tem uma chance de gerar uma boa primeira impressão. Mesmo que você seja qualificado para o cargo, um erro simples e inocente em seu currículo pode realmente acabar com as suas chances de conseguir uma entrevista.

Eu organizei esta lista para ajudar não só aqueles que estão iniciando sua carreira em arquitetura, mas também para os veteranos, que também podem cometer esses mesmos erros. Então, aqui estão o que considero os sete principais erros que podem acabar com um currículo de arquitetura.

Erro #1: Não explicar o que VOCÊ fez

Um dos maiores e mais comuns erros que vejo nos currículos de arquitetura é o(a) candidato(a) não explicar claramente sua experiência. Muitas vezes, há uma descrição detalhada do projeto em vez de enfatizar as contribuições individuais.

Por exemplo, explicar uma característica específica de uma edificação sem realmente mencionar se você teve alguma coisa a ver com isso. Nós ficamos tão envolvidos com nossos projetos que esquecemos que as pessoas de fora não tem como saber no que exatamente nós trabalhamos.

Embora para você pareça óbvio que você tenha sido o responsável pelo desenho de um detalhe específico do revestimento, a pessoa que irá te contratar pode não compreender. Então, sem sequer te dar uma chance, ela pode descartar sua candidatura.

Lembre-se que você não está tentando apresentar um projeto ao empregador, você está tentando fazer com que eles saibam mais sobre VOCÊ.

Como evitar este erro:

Use verbos de ação para cada um dos pontos do seu currículo, que mostram claramente como você conseguiu fazer as coisas. Exemplos como: Liderou, Criou, Entregou, Gerenciou, Implementou, Aumentou, Realizou, Organizou, etc.

Como, obviamente, um edifício não pode criar ou liderar, essas palavras serão um lembrete constante para a pessoa se concentrar em suas realizações e habilidades.

Erro #2: Muito longo

Uma vez vi um candidato a um emprego com um ano de experiência enviar um currículo de cinco páginas. Isso é loucura. Mesmo se você tiver 50 anos de experiência, seu currículo não deve ter mais do que uma página (talvez duas páginas em circunstâncias muito especiais).

Pergunta: "Mas eu tenho muita experiência e ganhei tantos prêmios, como deixar tão curto?"

Resposta: Um currículo não é uma lista de cada coisa que você já realizou na vida. É uma lista concisa das habilidades e experiências que você adquiriu que são relevantes para a posição para a qual você está aplicando.

Como evitar este erro:

Um currículo de arquitetura bem sucedido deve apenas dar uma ideia da sua experiência para que o empregador deseje saber mais sobre você numa entrevista.

Deixe de lado os detalhes irrelevantes ou minuciosos que não o destacarão como candidato. Descreva as suas atividades realizadas em empregos anteriores bem o suficiente para dar ao empregador uma boa ideia de suas responsabilidades gerais.

Eu gosto bastante de frases em tópicos para ajudar o empregador a focar em suas realizações.

Erro #3: Incluir informações irrelevantes

Seu currículo deve ser focado, conciso e enfatizar conquistas e habilidades que se encaixam na vaga a que você está se candidatando. Muitas vezes, isso é um problema pois os candidatos estão tentando criar um currículo genérico que possa ser enviado para 300 empresas de arquitetura sem ter que criar versões diferentes. Infelizmente, a rota mais fácil é muitas vezes a rota para o desemprego contínuo.

Também parece haver confusão sobre que experiência de trabalho incluir em um currículo profissional. Especialmente se você acabou de sair da faculdade de arquitetura, você se sente obrigado a adicionar qualquer trabalho realizado no currículo. No entanto, o fato de você ter trabalhado em um restaurante de fast food, por exemplo, provavelmente não ajudará muito a demonstrar suas habilidades em arquitetura.

Como evitar este erro:

Faça o melhor para personalizar o seu currículo para cada vaga. Se você está se candidatando com base em uma publicação de emprego, use o processo que descrevo aqui para criar um currículo específico para a função.

O problema dos trabalhos anteriores não relacionados à arquitetura pode ser resolvido ao ser mais criativo com suas experiências passadas. Existem atividades voluntárias nas quais você participou? Ajudou a construir algo? Terminou um projeto no prazo? Participou de um concurso de projeto?

Esses tipos de "empregos" tem muito mais chances de serem relevantes para uma empresa de arquitetura do que fritar hambúrgueres.

Erro #4: Usar muitos elementos gráficos

A ideia de fazer currículos mais gráficos parece gerar um debate particularmente acalorado. Alguns candidatos acreditam muito neles e afirmam que são o futuro. Os currículos gráficos podem até ser o futuro, mas eles definitivamente não estão funcionando no presente.

Não me interpretem mal, eu acho que os resumos gráficos são legais, mas eles muitas vezes enviam a mensagem errada. Vejam o exemplo abaixo.

Em primeiro lugar, o que significa saber 80% de SketchUp? Ou 78% de fotografia?

Como essas porcentagens foram determinadas?

A. Por você mesmo
B. Por seu chefe
C. Inventados na hora

Resposta: A & C

Um dia ainda hei de ver um exemplo de uma infografia que não faz com que o candidato pareça incompetente. Pois elas simplesmente destacam todas as suas fraquezas, o oposto completo do que se deseja comunicar.

Como evitar este erro:

Se você insiste em usar gráficos em seu currículo, use-os com moderação e evite habilidades infográficas como mencionado acima. Os bons exemplos geralmente costumam usar uma única cor para separar porções específicas do currículo para facilitar a leitura e a atenção do leitor. Como este exemplo:

E, por favor, faça-me um favor e não crie um logotipo com seu nome. Prometa-me.

Erro #5: Usar frases prontas ou vazias

Uma característica encontrada em currículos antigos era colocar seu Objetivo no topo da página. Isso em geral já não acontece mais, mas ainda aparece ocasionalmente.

Na maioria das vezes, essas frases apenas desperdiçam o valioso tempo do empregador. A essência da frase é geralmente algo sem significado:

"Meu objetivo é obter uma posição desafiadora em uma empresa de alto crescimento onde eu possa melhorar minhas habilidades e minha carreira".

"Líder talentoso e auto-motivado com um histórico de sucesso".

Certifique-se de evitar florear o discurso ao discutir projetos ou posições de emprego. A indústria tem seu próprio jargão, mas tenha cuidado para não confundir os termos, pois pode fazer você parecer desinformado.

Por exemplo, documentos e desenhos para execução não são a mesma coisa e não devem ser usados de forma intercambiável.

** Pontos a mais para quem puder apontar a diferença nos comentários.

Como evitar este erro:

Se você insistir em fazer algum tipo de declaração mais rebuscada, faça isso em sua carta de apresentação. Deixe seu currículo para respostas curtas e em tópicos destacando suas habilidades relevantes para o cargo.

Certifique-se de que você está sendo específico. Por exemplo, levando em consideração a declaração de cima:

"Líder talentoso e auto-motivado com um histórico de sucesso".

Em vez disso, em seu currículo deve ter algo como:

  • Liderou uma equipe de cinco pessoas na fase de anteprojeto em um projeto de uso misto.

Viu como é específico? É isso que você precisa fazer.

Erro #6: Erros de gramática

Este é um conselho padrão, mas eu não estaria listando-o aqui se não fosse um problema. Apesar da óbvia importância da gramática adequada, ainda vejo muitos currículos com erros de digitação e frases com estruturas ruins. Ainda que se candidatar para um trabalho em arquitetura não seja um extenso exercício literário, o material que você envia não deve apresentar erros.

Como evitar este erro:

Não confie apenas na verificação ortográfica. Erros comuns às vezes não serão retirados. Tente usar uma ferramenta gratuita como o Grammarly, que verifica a ortografia e o vocabulário contextual.

Além disso, peça para um amigo corrigir tudo antes de enviar seu currículo. Isso inclui seu portfólio, que muitas vezes é negligenciado por causa da ênfase gráfica.

Se você não consegue encontrar alguém para verificar isso, leia-o em voz alta. Isso pode ajudar a encontrar erros que você pode não ter notado.

Erro #7: Não destacar suas habilidades relevantes para a vaga em questão

Como descrevo em maior detalhe em 7 Razões pelas quais a sua Candidatura em Arquitetura Está Sendo Ignorada, é vital que você destaque suas habilidades de trabalho relevantes. Você deve explicar claramente por que suas qualificações são boas para aquele cargo.

Existem muitos desdobramentos dentro da profissão de arquitetura, então só porque você trabalhou em um projeto comercial de grande escala não significa necessariamente que você tenha habilidades para trabalhar com residências em pequena escala. As habilidades adquiridas nem sempre passam de um projeto a outro, e se acontecer, nem sempre ficam claras para a pessoa que revisa a sua candidatura.

Como evitar este erro:

A melhor forma de lidar com esse problema é ter a descrição da função que você deseja. Já que em quase todos os casos isso está disponível, eu vou assumir que você poderá usá-lo.

É de sua responsabilidade ler cuidadosamente este documento procurando as habilidades necessárias e como sua experiência passada pode ser aplicada. Muitas vezes você terá que ser criativo para fazer a conexão entre o seu passado e essa posição futura.

Seguindo o exemplo de cima, de mudar o foco de um projeto comercial de grande escala para residencial de pequena escala, você poderia enfatizar suas habilidades de coordenação e gerenciamento, que permanecem independentemente da tipologia do projeto.

Ao adaptar seu currículo para atender aos requisitos da vaga a que você está aplicando, você melhorará significativamente suas chances de receber um convite para uma entrevista.

Espero que você tenha achado essas dicas úteis para preparar seu próximo currículo de arquitetura. Boa sorte!

Para ajudá-lo com sua pesquisa, eu criei um mega pacote de recursos gratuitos que inclui currículos de arquitetura, cartas de apresentação e uma extensa coleção de documentos de submissões de candidaturas. Clique aqui para baixar gratuitamente.

How to Stand Out in an Architecture Job Interview: The STAR Portfolio

In his previous articles, Brandon Hubbard has discussed how to create the perfect short portfolio to get the attention of your future employer, and how to prepare for some of the most common interview questions.

Os melhores currículos de arquitetura enviados por nossos leitores

Há alguns meses, convidamos nossos leitores a enviarem seus currículos de arquitetura para que pudéssemos selecionas os CVs mais atraentes e bem diagramados. Entre o ArchDaily e o ArchDaily Brasil, recebemos mais de 450 currículos de quase todos os continentes.

Melhore seu CV com estes modelos gratuitos

Qual o melhor jeito de dar seguimento a um dos nossos posts mais populares senão oferecendo uma poderosa ferramenta de design: um bom modelo para ser editado. Muitos de vocês gostaram de ver os exemplos de currículos e CV enviados pelos leitores do ArchDaily, mas também pediram uma maneira simples e rápida de dar início às suas próprias criações.

Cita: Hubbard, Brandon. "7 Erros que acabam com um currículo de arquitetura" 17 Jul 2017. ArchDaily Brasil. Acessado . <http://www.archdaily.com.br/br/875519/7-erros-que-acabam-com-um-curriculo-de-arquitetura>
Ler comentários