i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Parque
  4. Brasil
  5. Sidonio Porto Arquitetos Associados
  6. 2017
  7. 1º Lugar no Concurso Parques Central e Sul de Águas Claras - DF

1º Lugar no Concurso Parques Central e Sul de Águas Claras - DF

1º Lugar no Concurso Parques Central e Sul de Águas Claras - DF
1º Lugar no Concurso Parques Central e Sul de Águas Claras - DF , Cortesia de SPAA
Cortesia de SPAA

Promovido pela Companhia Imobiliária de Brasília - TERRACAP, e organizado pelo Instituto de Arquitetos do Brasil - Departamento do Distrito Federal – IAB/DF, o resultado do Concurso Público Nacional de Projetos de Arquitetura e Paisagismo para os Parques Central e Sul de Águas Claras, teve seu resultado divulgado recentemente.

O objetivo do concurso foi a seleção da melhor proposta para os parques Central e Sul de Águas Claras no Distrito Federal, visando a contratação da equipe técnica responsável pelo projeto vencedor, que desenvolverá o Anteprojeto, o Projeto Legal e o Projeto Executivo de Arquitetura, Paisagismo e Complementares. 

A comissão julgadora do concurso foi composta por Rosa Grena Kliass, Leandro Rodolfo Schenk, Raul Pereira, Bianca Ilha Pereira e Patrícia Veiga Fleury de Matos. Conheça, a seguir, o projeto vencedor do concurso, desenvolvido pelo escritório de arquitetura Sidonio Porto Arquitetos Associados:

Memorial do Projeto

O partido para os Parques Central e Sul de Águas Claras é definido, prioritariamente, pela via que liga a Estação Águas Claras do Metrô, a oeste, ao Parque Ecológico Águas Claras, ao norte, e ainda, a mesma estação ao Parque Sul através de duas alamedas. Além dos benefícios advindos desta interligação, há aqui mais um dado estrutural do partido: a unificação das quadras que compõem o Parque Central sendo que permanecem as vias do sistema viário local. A unificação do Parque Central e sua integração ao Parque Sul são feitas por duas vertentes: física e biótica.

Cortesia de SPAA
Cortesia de SPAA

Vertente Física: através do eixo de circulação e suas vias secundárias; das calçadas alargadas no entorno das quadras; dos blocos arquitetônicos, modulares e componíveis e das soluções espaciais e de mobiliário comuns aos dois parques.

Vertente Biótica: pelo emprego sistemático de solo e vegetação de cerrado mesclada por exemplares arbóreos da Mata Atlântica, já presentes no contexto.

A convergência destas vertentes resultou em um “continuum paisagístico” cuja leitura, pelo usuário, leva à identificação do espaço que percorre, usufrui e contempla como um território de fisionomia única.

Cortesia de SPAA
Cortesia de SPAA

O eixo de circulação, elemento de ligação de todas as quadras, tem forte presença no conjunto paisagístico e se desenvolve ao longo de todo o Parque. Contém pistas para pedestres e ciclistas separadas por uma faixa verde de largura variável. Do eixo partem acessos aos espaços de estar. O piso será em saibro se utilizando pedras do local.

As passarelas de ligação sobre as linhas do Metrô têm desenho que busca leveza e estética e se destacam de forma emblemática no Parque. Poderão ser executadas em concreto armado protendido ou em aço cortain.

Cortesia de SPAA
Cortesia de SPAA

Às calçadas existentes acrescentamos faixas de 2,00 metros de largura pavimentadas com piso drenante e subtraídas aos perímetros das áreas destinadas aos parques. Com isso alteramos o padrão das calçadas que agora recebem árvores de sombra e permitem livres e agradáveis passeios se transformando em verdadeira “promenade” de integração dos parques com o sistema viário existente.

Os edifícios que comporão o programa de necessidades fazem contraponto com as áreas verdes e de lazer por sua geometria e contraste formal com o entorno arquitetônico. Construtivamente serão constituídos por módulos pré-fabricados, simplesmente montados no local, visando rapidez de execução e economia de custos e manutenção. Poderá ser utilizado um sistema de painéis pré-fabricados em concreto ou executados em chapas metálicas de vedação, providas de isolação térmica e acústica sobre estruturas de aço.

Cortesia de SPAA
Cortesia de SPAA

Todos os projetos terão modulação construtiva de 1,25 metros e contemplam conceitos de ecoeficiência: utilização de placas fotovoltaicas nas coberturas, captação de água para reuso, ventilação cruzada e elementos de isolação para conforto interno e economia de energia. Os módulos serão agrupados de forma flexível, em conjuntos de atendimento ao público e ao programa específico e demandas de cada área.

O conjunto de todas as soluções apresentadas levaram em consideração os custos previstos no Edital, visando a viabilidade da obra. Sendo assim, o projeto permite uma conveniente execução por etapas. 

Resultado do Concurso Parques Central e Sul de Águas Claras - DF

A Companhia Imobiliária de Brasília - TERRACAP, como entidade promotora e o Instituto de Arquitetos do Brasil - Departamento do Distrito Federal -...

  • Arquitetos

  • Arquiteta Responsável

    Lucia Toffolo de Macedo Porto
  • Co-autores

    Sidney Linhares e Sidonio Porto
  • Equipe

    Larissa Anibal, Tomaz Cabrera, Marcio Porto, Tânia Rodriguez, Gabriel Farias, Daniele Purper, Elizabeth Cohen, Elaine Biella, Pedro Badra e Flávio D'Alambert
  • Área

    182247.0 m2
  • Ano do projeto

    2017
Cita: Eduardo Souza. "1º Lugar no Concurso Parques Central e Sul de Águas Claras - DF " 09 Mai 2017. ArchDaily Brasil. Acessado . <http://www.archdaily.com.br/br/870874/1o-lugar-no-concurso-parques-central-e-sul-de-aguas-claras-df>
Ler comentários
Ler comentários