i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Segundo lugar no Concurso para intervenção arquitetônica na fronteira entre Índia e Paquistão

Segundo lugar no Concurso para intervenção arquitetônica na fronteira entre Índia e Paquistão

Segundo lugar no Concurso para intervenção arquitetônica na fronteira entre Índia e Paquistão
Segundo lugar no Concurso para intervenção arquitetônica na fronteira entre Índia e Paquistão , Cortesia de Gabriel Ribeiro e Maurício Addor
Cortesia de Gabriel Ribeiro e Maurício Addor

O projeto foi apresentado para o concurso India | Pakistan Border of Peace, tendo sido premiado com a segunda colocação. A proposta da competição era a criação de um espaço público ao longo da fronteira entre os dois países através de uma intervenção arquitetônica.

 Transpondo Barreiras

Fronteira: uma linha que separa  um país, estado, província, etc., de outro. Um termo artificial – criado, definido e mantido exclusivamente pelo homem. É um conceito que remete à barreiras físicas, restrições e limites em todos os aspectos; poderia declinar para diferenças, discriminação e violência.

Implantação
Implantação

Aqui não há uma linha imaginária feita pelo homem. O indivíduo a descobre – não por um esforço imediato e chocante, mas gradual e pacificamente.

Muro e cerca se transformam em cortina. Um monte delas, feitas de tramas de algodão cru, disposta de forma a negar a visão do que há além. É uma fronteira de penetração fácil e fluida e que agora clama por ser transposta, onde uma pessoa terá uma experiência sensorial ao cruzar para o outro lado. Gradatividade é o caminho para a elucidação.

Cortesia de Gabriel Ribeiro e Maurício Addor
Cortesia de Gabriel Ribeiro e Maurício Addor

Após este primeiro contato, uma praça grande e plana abre-se para celebrar e exaltar a união, a cultura e a vida; um espaço natural para festivais, e mais importante, para conectar uns aos outros.

A mesma praça é também um longo caminho para o centro, onde a troca cultural alcança seu auge.

Uma galeria se ergue. Ela reúne ambas culturas Os sofrimentos causados pelas guerras são relembrados. Tradições, hábitos e festivais são celebrados.

Cortesia de Gabriel Ribeiro e Maurício Addor
Cortesia de Gabriel Ribeiro e Maurício Addor

A escala e ideia de centralidade do projeto remetem aos mosteiros paquistaneses e aos templos e mausoléus indianos. Encontra-se comunhão no centro: duas cortinas são colocadas na parte externa da laje circular, a qual deita gentilmente sobre a estrutura principal; ambas as cortinas podem ser vistas por buracos na laje. Elas simbolizam os dois países, todas as culturas, todas as pessoas representadas naquele lugar; elas são um marco, um monumento, uma lembrança a ser guardada. 

  • Localização

  • Autores

    Gabriel Ribeiro e Maurício Addor
  • Área

    33400.0 m2
Cita: Eduardo Souza. "Segundo lugar no Concurso para intervenção arquitetônica na fronteira entre Índia e Paquistão " 20 Mar 2017. ArchDaily Brasil. Acessado . <http://www.archdaily.com.br/br/867546/segundo-lugar-no-concurso-para-intervencao-arquitetonica-na-fronteira-entre-india-e-paquistao>
Ler comentários