i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Apartamentos
  4. Estados Unidos
  5. WORKac
  6. Edifício Stealth / WORKac

Edifício Stealth / WORKac

  • 11:00 - 5 Fevereiro, 2017
  • Traduzido por Julia Brant
Edifício Stealth / WORKac
Edifício Stealth / WORKac, © Bruce Damonte
© Bruce Damonte

© Bruce Damonte © Bruce Damonte © Bruce Damonte © Bruce Damonte +42

  • Arquitetos

  • Localização

    Nova Iorque, Nova Iorque, Estados Unidos
  • Equipe

    Dan Wood, FAIA, Amale Andraos (diretores); Sam Dufaux (diretor associado); Karl Landsteiner (arquiteto do projeto de administração da construção); Chris Oliver (arquiteto do projeto); Maggie Tsang, Timo Otto, Patrick Daurio
  • Área

    1300 m2
  • Fotografias

  • Cliente / Gerente de Construção

    Knightsbridge Properties
  • Designer de interiores / Paisagismo

    WORK Architecture Company
  • Engenharia Mecânica / Elétrica

    Plus Group Consulting Engineering
  • Engenharia Estrutural

    Robert Silman Associates
  • Projeto de Iluminação

    Tillotson Design Associates
  • Arquiteto de Restauro

    CTS Group
  • Artista dos Capitéis

    Michael Hansmeyer
  • Consultoria de Códigos

    CCBS Consulting
  • Mais informaçõesMenos informações
© Bruce Damonte
© Bruce Damonte

Do arquiteto. Este empreendimento residencial consiste em uma completa reforma e nova construção por trás de uma das fachadas de ferro fundido mais belas e antigas de Nova Iorque. Este projeto exigiu uma aproximação cuidadosa ao misturar a arquitetura contemporânea com a preservação histórica. A Comissão de Monumentos da Cidade de Nova Iorque requisitou que qualquer ação na cobertura fosse invisível. O edifício, no entanto, encontra-se em uma esquina muito visível com um edifício baixo de dois pavimentos no outro lado da rua, o que significava que a cobertura do edifício que receberia o projeto era visível de uma distância de quase três quarteirões de distância. 

© Bruce Damonte
© Bruce Damonte
Diagrama de evolução da cobertura
Diagrama de evolução da cobertura
© Bruce Damonte
© Bruce Damonte

Traçando o cone de visão a partir do ponto mais distante a partir do qual o edifício é visível, WORKac utilizou três projeções na cobertura para demarcar a maior parte de uma adição: a frente triangular do histórico edifício Carey ao lado, a frente circular e um anteparo abandonado de elevador na parte superior do edifício. A "sombra" criada por estas três projeções criou uma área considerável para a adição e a oportunidade de uma forma angulada diferenciada para a nova cobertura. O resultado é uma forma escultural que é - ao mesmo tempo - completamente invisível da rua.

Planta dos Pavimentos
Planta dos Pavimentos
© Bruce Damonte
© Bruce Damonte
Corte
Corte

Para os interiores do apartamento e para a área pública, WORKac criou espaços que combinam elementos e sistemas inspirados na natureza com novas ideias sobre a vida urbana. Desde a parede de mosaicos verdes na entrada, até generosos plantadores e varandas nos segundo, sexto e sétimo pavimentos, as conexões com o exterior se destacam. Dentro de cada apartamento, cria-se um "terceiro espaço" entre dormitórios e espaços habitáveis na parte superior do volume, que contém uma área de armazenamento e banheiros. Com menos de 1,20 metros de altura, o "apartamento bonsai" foi equipado com futons, áreas de estar, e um jardim sobre a cozinha. Sua característica principal é um jardim de samambaias conectado ao chuveiro principal abaixo. O vapor do chuveiro fica contido nas paredes do jardim e rega as plantas.

© Bruce Damonte
© Bruce Damonte
Corte
Corte
© Bruce Damonte
© Bruce Damonte

A cobertura combina espaços de dormir e uma sala de família no antigo quinto andar do edifício a novos espaços de entretenimento e jantar sob o novo telhado no sexto andar. Uma varanda isolada foi fundida por trás da frente com vistas ao edifício Woolworth. O anteparo de elevador antigo foi reutilizado para uma banheira de hidromassagem. A altura proporcionada pelo ângulo formado pelo cone de visão permite criar um mezanino posteiror com vistas para o centro e para a Torre da Liberdade.

© Bruce Damonte
© Bruce Damonte

A fachada de 1857 foi completamente restaurada. A nova cor de carvão escolhida pela WORKac refere-se a história do edifício ao ser pintado com um tom escuro em contraste com seus vizinhos de cores mais claras. Como todos os edifícios com pilares com capitéis perderam-se na história, WORKac, em colaboração com o artista Michael Hansmeyer, criou novas versões dessa tradição. Hansmeyer criou um padrão digital que permitiu que os elementos florais clássicos da ordem coríntia "crescessem" segundo uma relação fractal, o que gera como resultado um novo desenho que segue as antigas proporções, mas se compõe de formas claramente novas e idiossincrasias. Assim como a adição na cobertura, estes capitéis a primeira vista parecem absolutamente ordinários. É apenas por meio de uma análise mais aproximada que a cautelosa inserção estratégica do desenho contemporâneo torna-se evidente .

© Bruce Damonte
© Bruce Damonte
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato. Cita: "Edifício Stealth / WORKac" [The Stealth Building / WORKac] 05 Fev 2017. ArchDaily Brasil. (Trad. Brant, Julia) Acessado . <http://www.archdaily.com.br/br/804643/edificio-stealth-workac>
Ler comentários