i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Por dentro da Galeria da Matemática do Museu de Ciência de Londres projetada por Zaha Hadid Architects

Por dentro da Galeria da Matemática do Museu de Ciência de Londres projetada por Zaha Hadid Architects

Por dentro da Galeria da Matemática do Museu de Ciência de Londres projetada por Zaha Hadid Architects
Por dentro da Galeria da Matemática do Museu de Ciência de Londres projetada por Zaha Hadid Architects, © Luke Hayes
© Luke Hayes

Esta semana, o Museu de Ciência de Londres abrirá a Winton Gallery, um novo espaço dedicado ao estudo e exploração da matemática, projetado por Zaha Hadid Architects. Embora esta seja a primeira exposição pública permanente concebida pelo escritório, ela é também o primeiro projeto de ZHA no Reino Unido desde o falecimento de Haddid em março deste ano. 

Inspirado nas aeronaves Handley Page, o projeto do espaço foi concebido através da observação de equações de fluxo de ar utilizadas na indústria da aviação. O layout e as linhas da galeria, portanto, representam o movimento do ar em torno deste histórico avião em voo - uma metáfora que se estende desde o posicionamento das vitrines e bancos até às superfícies curvas da estrutura. 

© Luke Hayes
© Luke Hayes

Posicionado no centro da galeria está o avião Handley Page 'Gugnunc', construído em 1929 para uma competição para construir uma aeronave que pudesse operar com segurança. De acordo com o Museu da Ciência, "pesquisas de ponta em aerodinâmica influenciaram o desenho das asas deste avião experimental, ajudando a mudar a opinião pública sobre a segurança do voo e garantir o futuro da indústria da aviação". A aeronave representa, assim, o tema da galeria, ilustrando como a prática da matemática tem ajudado a resolver problemas do mundo real e, neste caso, abriu caminho para os voos comerciais de hoje em dia.

Cortesia de Zaha Hadid Architects
Cortesia de Zaha Hadid Architects

Crescendo no Iraque, a matemática era uma parte cotidiana da vida. Brincávamos com problemas de matemática da mesma forma como desenhávamos com caneta e papel - matemática era como desenhar.

Cortesia de Zaha Hadid Architects
Cortesia de Zaha Hadid Architects

De acordo com os arquitetos, "nosso projeto para a Galeria responde à ambição de David Rooney e sua equipe de apresentar a matemática não como um conceito acadêmico, mas como uma prática que influencia a tecnologia e permite que o ambiente em torno de nós seja transformado. As ferramentas sempre desempenharam um papel central na evolução da compreensão humana da natureza e do mundo construído: por exemplo, os métodos de Sir Isaac Newton para derivar as leis da gravitação, a extensão de Poincaré das geometrias cartesianas ao sistema planetário e o uso que fez Lord Kelvin da técnica matemática de ajuste de curvas para prever as marés".

© Luke Hayes
© Luke Hayes
Cita: AD Editorial Team. "Por dentro da Galeria da Matemática do Museu de Ciência de Londres projetada por Zaha Hadid Architects" [Inside Zaha Hadid Architects' Mathematics Gallery for the London Science Museum] 12 Dez 2016. ArchDaily Brasil. (Trad. Baratto, Romullo) Acessado . <http://www.archdaily.com.br/br/801137/por-dentro-da-galeria-da-matematica-do-museu-de-ciencia-de-londres-projetada-por-zaha-hadid-architects>
Ler comentários