i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Casas
  4. Argentina
  5. Luciano Kruk
  6. 2015
  7. Casa H3 / Luciano Kruk

Casa H3 / Luciano Kruk

Casa H3 / Luciano Kruk
Casa H3 / Luciano Kruk, © Daniela Mac Adden
© Daniela Mac Adden

© Daniela Mac Adden © Daniela Mac Adden © Daniela Mac Adden © Daniela Mac Adden +35

  • Coordenador

    Pablo Magdalena
  • Arquitetos Colaboradores

    Ekaterina Künzel, Josefina Perez Silva, Andrés Conde Blanco, Leandro Rossi
  • Colaboradores

    Dan Saragusti, Giorgio Lorenzoli, Christian Studer, Isabelle Ducrest, Federico Eichenberg
  • Texto

    Mariana Pique
  • Área do Terreno

    258 m²
  • Área Construída

    75 m²
  • Mais informaçõesMenos informações
© Daniela Mac Adden
© Daniela Mac Adden

Do arquiteto. Mar Azul, uma cidade a beira do mar no Departamento de Villa Gesell e vizinha à Mar de las Pampas, tem suas dunas de areia divididas em uma padronagem de grid. Seus vários exemplares de antigos pinus confere a Mar Azul uma atmosfera agradável de calma e tranquilidade.

© Daniela Mac Adden
© Daniela Mac Adden

Em um terreno de esquina de 210 m² e a oito quadras da praia está a H3, uma casa projetada para aproveitar o máximo das dimensões do terreno e o entorno natural.

© Daniela Mac Adden
© Daniela Mac Adden

Os clientes são três irmãs e suas famílias.

Apesar do orçamento limitado, foi possível expressar o que queriam deste projeto: uma casa compartilhada de verão, onde pudessem descansar em meio a natureza.

© Daniela Mac Adden
© Daniela Mac Adden

As três irmãs queriam que as dimensões da casa fossem definidas de maneira bastante rigorosa. Entre o programa, uma grande área social e uma mais privada, que continha dois quartos: um grande quarto e um menor, similar a uma cabine, além de um banheiro compartilhado. Queriam que o quarto principal abrisse o exterior em uma área semi-coberta e o posicionamento de uma lareira no coração da casa.

Plan 2
Plan 2
Plan 3
Plan 3

A materialidade foi aceita em uma decisão conjunta; a casa é toda construída em concreto aparente, que evita a manutenção. Projetada para manter em um mínimo as necessidades de equipamentos, até o mobiliário foi projetado como parte do volume de concreto.

© Daniela Mac Adden
© Daniela Mac Adden

Tábuas de pinus foram utilizadas para comporem as fôrmas do concreto, para que se mantivesse a impressão da textura dos veios da madeira, em uma tentativa de estabelecer um diálogo harmonioso com as árvores existentes ao fundo.

© Daniela Mac Adden
© Daniela Mac Adden

A casa é constituída de um bloco compacto. O térreo abriga a cozinha, a sala de jantar e a sala de estar em um espaço integrado de onde a escadaria emerge em direção ao primeiro pavimento. Dada a escala da casa, a utilização das vistas cruzadas e pontos de fuga tiveram como objetivo a unificação e fluidez do espaço. Ao invés de confinar os diferentes usos da casa em ambientes separados, foram todos conectados para produzir uma sensação geral de expansão espacial. Como solicitado pelas clientes, os quartos e o banheiro estão no pavimento superior, mas o espaço externo semi coberto do quarto principal foi desenhado para ser compartilhado com o segundo quarto. Além disso, serve como cobertura parcial para o deck do térreo.

Section
Section
Section
Section

Como a circulação e as instalações de serviço foram dispostas junto ao lote vizinho, as janelas principais foram locadas nas áreas mais privadas da casa, permitindo que a casa pudesse se abrir para o deck dos fundos e usufruir das vistas para as árvores existentes.

© Daniela Mac Adden
© Daniela Mac Adden

Levando em conta as sombras abundantes proporcionadas pela profusão das árvores, não foi preciso utilizar outros dispositivos arquitetônicos para reduzir a incidência solar interna. Aliás, além de conectar os interiores com as visuais, as janelas também absorvem a luz que é filtrada pelas árvores.

© Daniela Mac Adden
© Daniela Mac Adden

Balanços e divisórias internas evitam que a casa mantenha a privacidade em relação à rua e evitam os efeitos da água na construção.

O volume que abriga o banheiro está projetado para fora do corpo principal da casa, criando um abrigo para a entrada principal.

© Daniela Mac Adden
© Daniela Mac Adden

Enquanto as laterais da casa são majoritariamente cegas, a fachada superior mostra o volume cego que o banheiro ocupa e as janelas altas do quarto principal, sob as quais um quarto de depósito está posicionado. Na fachada posterior, grandes aberturas do piso ao teto conectam o interior com o deck externo do térreo.

© Daniela Mac Adden
© Daniela Mac Adden

Diferente do que acontece no pavimento superior, as janelas do piso ao teto abrem a partir de sua entrada em direção ao lado oposto. Quando os arquitetos projetaram esta planta baixa, buscaram a sensação de um espaço fechado, abrigado pela cobertura e janelas, mas ao mesmo tempo, algo  contínuo com o exterior.

© Daniela Mac Adden
© Daniela Mac Adden

Nesta forma, a disposição geral da casa é o resultado de uma síntese arquitetônica das intenções e desejos das três irmãs. Em sua escala mínima, a casa se ergue por vontade própria, mas também se integra respeitosamente com seu entorno, natural e construído.

Cita: "Casa H3 / Luciano Kruk" [H3 House / Luciano Kruk] 27 Set 2016. ArchDaily Brasil. (Trad. Santiago Pedrotti, Gabriel) Acessado . <http://www.archdaily.com.br/br/796003/casa-h3-luciano-kruk>
Ler comentários