i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Pesquisadores de Universidade de Singapura desenvolvem concreto flexível que resiste à fissuras

Pesquisadores de Universidade de Singapura desenvolvem concreto flexível que resiste à fissuras

Pesquisadores de Universidade de Singapura desenvolvem concreto flexível que resiste à fissuras
Pesquisadores de Universidade de Singapura desenvolvem concreto flexível que resiste à fissuras, via Nanyang Technological University
via Nanyang Technological University

Cientistas da Universidade Tecnológica de Nanyang (NTU Singapore) desenvolveram uma variedade flexível de concreto chamada de ConFlexPave, que além de possuir capacidade de melhorar a flexibilidade, é também mais forte e mais durável do que o concreto tradicional. Trabalhando no NTU-JTC Industrial Infrastructure Innovation Centre (I³C), a equipe criou o material através da introdução de microfibras de polímero na mistura do concreto.

A inovação também permite a produção de lajes pré-fabricadas mais finas, aumentando a velocidade da instalação. Prevê-se que será utilizada em projetos de infra-estrutura nos quais poderá reduzir pela metade a quantidade de tempo necessário em obras de estradas e/ou pavimentos novos, ao mesmo tempo que exige menos manutenção.

O professor do NTU, Chu Jian, co-diretor interino da NTU-JTC I³C, comenta: "Nós desenvolvemos um novo tipo de concreto que poderá reduzir significativamente a espessura e o peso de lajes de piso pré-moldadas, seguindo o sistema "plug-and-play" por esse motivo, é capaz de permitir uma instalação rápida, onde novas lajes de concreto preparadas fora do local poderão facilmente substituir aquelas já desgastadas".

O concreto padrão consiste em uma cura que mistura cimento, água, pedra e areia, a qual gera um material forte, porém frágil e propenso a fissuras. A adição de fibras sintéticas em ConFlexPave remedia esse problema por permitir que o concreto flexione e dobre sob tensão. O produto resultante também tem demonstrado uma acentuada resistência à derrapagem.

De acordo com o professor assistente Yang En-Hua da Escola de Engenharia Civil e Ambiental, líder desta pesquisa na NTU-JTC I³C, a descoberta-chave foi encontrada através do estudo sobre como os componentes materiais interagiam uns com os outros em um nível microscópico.

"Com compreensão detalhada podemos, então, deliberadamente selecionar os ingredientes e projetar a adaptação dos componentes, por isso o nosso material final pode cumprir os requisitos específicos necessários às aplicações em pavimentos rodoviários e estradas", explicou o professor Yang.

"Os materiais resistentes conferem uma superfície com textura antiderrapante enquanto que as microfibras que são mais finas do que a espessura de um cabelo humano, distribuem a carga através de toda a laje, resultando em um concreto que é tão resistente quanto o metal e, pelo menos, duas vezes mais forte que um concreto convencional sob flexão", acrescentou.

Atualmente, amostras do material com tamanho de pastilhas, foram testados com sucesso nos laboratórios NTU. Ao longo dos próximos três anos, a escala do material será ampliada para mais testes em áreas expostas ao tráfego humano e de veículos.

Notícia via Nanyang Technical University.

Cita: Lynch, Patrick. "Pesquisadores de Universidade de Singapura desenvolvem concreto flexível que resiste à fissuras" [NTU Singapore Researchers Develop Flexible Concrete that Resists Cracking] 21 Set 2016. ArchDaily Brasil. (Trad. Migliani, Audrey) Acessado . <http://www.archdaily.com.br/br/794711/pesquisadores-de-universidade-de-singapura-desenvolvem-concreto-flexivel-que-resiste-a-fissuras>
Ler comentários