i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Teatro
  4. Portugal
  5. Gonçalo Byrne Architects & Barbas Lopes Architects
  6. 2008
  7. Teatro Thalia / Gonçalo Byrne Architects & Barbas Lopes Architects

Teatro Thalia / Gonçalo Byrne Architects & Barbas Lopes Architects

Teatro Thalia / Gonçalo Byrne Architects & Barbas Lopes Architects
Teatro Thalia / Gonçalo Byrne Architects & Barbas Lopes Architects, © DMF
© DMF

© DMF © DMF © DMF © DMF +40

  • Arquitetos

    Gonçalo Byrne, Patrícia Barbas, Diogo Seixas Lopes
  • Localização

    Lisboa, Portugal
  • Colaboradores

    Hugo Ferreira, João Neves, Lígia Ribeiro, Luca Martinucci, Tânia Roque
  • Engenharia

    AFAconsult, Natural Works
  • Construção

    ACF
  • Área

    1600.0 m²
  • Ano do projeto

    2008
  • Fotografias

Do arquiteto. Duas gerações diferentes de arquitetos portugueses se uniram para reconverter as ruínas de um teatro neoclássico em Lisboa, próximo ao zoológico da cidade. As ruínas do edifício foram cobertas por uma envoltória de concreto e estendidas em um pavilhão de vidro, formando um espaço multiuso para eventos e espetáculos.

© DMF
© DMF

O Teatro Thalia, inaugurado em 1843 como um local privado para o Conde de Farrobo. Está localizado nos arredores de Lisboa, frente ao palácio e jardins deste aristocrata. Como amante das artes, o Conde utilizava o Teatro para abrigar peças de teatro e de ópera além de festas extravagantes para diversão própria. Em 1862 o edifício foi tomado por um incêndio com todas as luxuosas decorações, quando o Conde de Farrobo perdeu sua fortuna e eventualmente morreu pobre.

© DMF
© DMF

Por quase 150 anos, o Teatro Thalia permaneceu em ruínas. Enquanto o entorno de Lisboa foi tomado por ocupações ao redor do teatro, o zoológico da cidade proporcionava um pano de fundo exótico à estrutura abandonada. Em 2008, o Ministério Português de Educação e Ciência encomendou um estudo para converter o Teatro em um espaço multiuso. Esta instituição está instalada no palácio em frente.

© DMF
© DMF

Para conter as antigas paredes do Teatro Thalia, o exterior foi totalmente coberto por uma envoltória de concreto pigmentado de terracota que forma um corpo massivo e monolítico. É composto dos volumes originais da plateia e palco, com 23 metros de altura. Dentro destes dois espaços vazios, as ruínas permaneceram intocadas em um espetáculo próprio. Alguns reparos mínimos criaram uma arena que pode ser ajustada para diferentes usos como exposições, concertos, festas e transmissões.

© DMF
© DMF

Uma estrutura adjacente térrea totalmente envidraçada abriga um programa adicional de recepção, serviços e cafeteria. A nova ala abriga o Teatro Thalia e possui a fachada para a movimentada rua próxima com uma superfície de vidro espelhado que reflete o entorno. A entrada é feita pelo foyer original, reconstruída no estilo neoclássico incluindo os frisos, no exterior, o pórtico frontal e esfinges de mármore foram restauradas.

© DMF
© DMF

As letras em bronze no tímpano da fachada principal soletram o lema de Thalia, a musa da comédia. A inscrição em latim original, Hic Mores Hominum Castigantur, foi colocada ali mais uma vez. Em outras palavras, "Aqui os atos dos homens serão castigados". O projeto para a reconversão do Teatro Thalia em Lisboa combina as peças antigas e novas do edifício em um conjunto urbano com vista para o jardim zoológico do entorno. Ela traz de volta a presença do passado, como um lugar para a fantasia, a imaginação e a vida cívica.

© DMF
© DMF
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato. Cita: "Teatro Thalia / Gonçalo Byrne Architects & Barbas Lopes Architects" [Thalia Theatre / Gonçalo Byrne Architects & Barbas Lopes Architects] 19 Mar 2016. ArchDaily Brasil. (Trad. Santiago Pedrotti, Gabriel) Acessado . <http://www.archdaily.com.br/br/783962/teatro-thalia-goncalo-byrne-architects-and-barbas-lopes-architects>
Ler comentários