i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Teatro
  4. Malta
  5. Renzo Piano Building Workshop
  6. 2015
  7. Porta de Valletta / Renzo Piano Building Workshop

Porta de Valletta / Renzo Piano Building Workshop

  • 05:00 - 3 Junho, 2015
  • Traduzido por Camilla Sbeghen
Porta de Valletta / Renzo Piano Building Workshop
Porta de Valletta  / Renzo Piano Building Workshop, © Michel Denancé
© Michel Denancé

© Michel Denancé © Michel Denancé © Michel Denancé © Michel Denancé +17

  • Colaborador

    Architecture Project (Valletta)
  • Equipe de Projeto

    D.Franceschin, P.Colonna, P.Pires da Fonte, S.Giorgio-Marrano, N.Baniahmad, A.Boucsein, J.Da Nova, T.Gantner, N.Delevaux, N. Byrelid, R.Tse, B.Alves de Campos, J.LaBoskey, A.Panchasara, A.Thompson; S.Moreau
  • Modelos

    O. Aubert, C.Colson, Y.Kyrkos
  • Engenharia Estrutural, Acústica,Civil

    Arup
  • Consultoria de Revestimento (pedra)

    Kevin Ramsey
  • Consultoria Teatro

    Daniele Abbado
  • Iluminação

    Franck Franjou
  • Paisagismo

    Studio Giorgetta
  • Equipamento Especial do Teatro

    Silvano
  • Mais informaçõesMenos informações
© Michel Denancé
© Michel Denancé

Do arquiteto. O projeto considera a reorganização completa da entrada principal da capital de Malta, La Valeta. O projeto consta de quatro partes: a Porta da Cidade de La Valeta e seu terreno imediatamente afora das muralhas, o desenho de uma "máquina" de teatro ao ar livre dentro das ruínas da antiga Ópera Real, a construção de um novo edifício do Parlamento e o paisagismo do antigo fosso.

Plano Geral
Plano Geral

O portão, o fosso e as muralhas da cidade.

A largura de uma ponte é definida, geralmente, em relação ao seu comprimento. Entretanto, a ponte que conduz através do antigo fosso ao Portão da cidade de La Valeta recebeu várias ampliações em diversas ocasiões até perder sua forma e função inicial, tornando-se cada vez mais uma praça e não uma ponte.

© Michel Denancé
© Michel Denancé

Com o objetivo de resolver esta transformação bastante insatisfatória, o projeto se centra em retornar às dimensões originais da ponte "Dingli Gate" de 1633, através da demolição de anexos posteriores. Isto permite aos transeuntes ter novamente a sensação de atravessar uma ponte real, facilitando as vistas ao fosso e às fortificações. 

© Michel Denancé
© Michel Denancé

A primeira entrada da cidade de La Valeta, que era provavelmente somente um túnel através das muralhas da cidade, foi revitalizada através dos anos, alterando consideravelmente a imagem de um portão da cidade fortificada. A modificação mais recente, finalizada há 50 anos, incluiu a demolição de 32 metros da muralha da cidade, o que distorceu o impacto da entrada da cidade. 

© Michel Denancé
© Michel Denancé

O primeiro objetivo do projeto era, portanto, restabelecer o sentido original das muralhas em profundidade e força, e enfatizar a estreita entrada da cidade, enquanto são abertas vistas à rua República. A nova porta da cidade é uma "lacuna" na parede de 8 metros de largura. A relação entre as fortificações originais e as que foram reconstruídas se torna evidente através da inserção de "folhas" marcantes de aço com 60mm de espessura que cortam a parede entre o velho e o novo. 

© Michel Denancé
© Michel Denancé

O elemento-chave desta remodelação foi abrir a porta ao céu. A seção da rua Papa Pío V que antigamente ingressava dentro do portão a um nível elevado foi demolida e substituída por duas escadas largas de inclinação suave, ao lado de cada porta, inspiradas pelas escadas que emolduravam o portão antes da construção da Praça da Liberdade. Estas escadas conectam as fortalezas de St James's Cavalier e St John's Cavalier ao nível inferior da rua República. Este reordenamento libera as fortificações da arcada que anteriormente as escurecia, permitindo que elas sejam vistas em toda sua altura e potência. 

© Michel Denancé
© Michel Denancé

O portão e o fosso estão vinculados a uma escada e um elevador com vistas panorâmicas, permitindo aos visitantes descer as profundidades do fosso, agora composto por um jardim. O estacionamento, que antigamente ocupava o fosso, foi substituído por jardins exuberantes e refrescantes - um lugar ideal para dar um passeio, para relaxar ou explorar. Eventos ao ar livre também podem ser organizados neste contexto histórico. 

© Michel Denancé
© Michel Denancé

A arquitetura da nova porta da cidade é muito moderada, conferindo a impressão de força e austeridade, despida de decoração que comprometeria sua qualidade atemporal. Sua forma cônica e os dois grandes postes de aço, cada um com 25 metros de altura, são suficientes para proporcionar uma abertura a muralha da cidade de La Valeta.

A porta de entrada é feita com imensos blocos de pedra, delimitada e emoldurada pelas "folhas" de aço que são utilizadas para ressaltar a união do antigo e do novo - aço e pedra em um diálogo da natureza, força e história. Uma nova pedreira foi aberta em Gozo, especificamente para construir este projeto.

© Michel Denancé
© Michel Denancé

O Parlamento, um edifício ambientalmente responsável

O edifício do Parlamento é composto por dois grandes blocos de pedra que estão em equilíbrio sobre esbeltas colunas para conferir ao edifício uma sensação de leveza, respeitando a linha da disposição da rua existente. O bloco norte é principalmente composto pelo recinto do parlamento, enquanto o bloco sul acomoda os escritórios dos membros do parlamento e os escritórios do primeiro ministro e líder da oposição.

© Michel Denancé
© Michel Denancé

A criação de um bloco urbano poroso foi a ideia principal no desenho volumétrico do edifício. Os dois blocos estão separados por um pátio central, que também serve como entrada principal do edifício. O pátio está concebido de tal maneira que as vistas a  St James Cavalier da rua República não ficam ocultas. O novo edifício do parlamento se separa da fortaleza de St James Cavalier, ressaltando a estrutura deste último e seu tamanho histórico como parte das fortificações da cidade. 

Fachada Oeste
Fachada Oeste

As fachadas do Parlamento estão revestidas em pedra sólida. Esta pedra foi esculpida em relação à direção do sol e às vistas ao seu redor, criando um dispositivo completamente funcional que filtra a radiação solar ao mesmo tempo em que permite luz natural no interior, tudo isto mantendo as vistas desde dentro do edifício. Cada um destes blocos da fachada foi esculpido por uma máquina de controle numérico. O resultado é uma arquitetura de pedra que é adequada ao seu contexto histórico, e também o produto de uma tecnologia de vanguarda. 

© Michel Denancé
© Michel Denancé

Geralmente é a densidade e o dinamismo do térreo do edifício que o anima, conduzindo a atividade até o restante do projeto; o térreo foi concebido desta forma, como um espaço cultural flexível, totalmente equipado com uma gama completa de serviços multimídia. É um espaço ideal para exposições temporárias ou permanentes, totalmente visível desde o exterior do edifício, que serve como um espécie de posto cultural avançado na entrada de La Valeta. 

Desenhos
Desenhos

Certas organizações e atividades relacionadas ao parlamento serão acomodadas no sótão do edifício, que está voltado a um pátio sombreado. O antigo túnel ferroviário de Malta também está conectado a este espaço de jardim no nível inferior, a restaurando a antiga estrutura subterrânea que foi utilizada como uma garagem tornando-a acessível ao público. 

© Michel Denancé
© Michel Denancé

O uso de energia e as considerações ambientais são componentes principais no desenho deste edifício. Por um lado, a pedra é utilizada na fachada do edifício para diminuir o ganho de calor solar e para permitir a ventilação natural. A pedra também é eficaz como parte da troca de calor geotérmico do edifício, com 40 poços geotérmicos escavados em uma rocha de 140 metros de profundidade, 100 metros abaixo do nível do mar. 

© Michel Denancé
© Michel Denancé

Além disso, o teto está coberto por 600 metros quadrados de painéis fotovoltaicos - uma estratégia energética ambiciosa que permite ao edifício criar 80% da energia necessária para a calefação no inverno e 60% do necessário para refrigerar nos meses de verão.

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato. Cita: "Porta de Valletta / Renzo Piano Building Workshop" [Valletta City Gate / Renzo Piano Building Workshop] 03 Jun 2015. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <http://www.archdaily.com.br/br/767835/portal-de-valletta-renzo-piano-building-workshop>
Ler comentários