Bienal de Venecia 2012 - Prêmio Leão de Prata: Arquitetura como Nova Geografia / Grafton Architects

 

Inspirados  pelo ganhador do  Pritzker Paulo Mendes da Rocha a “deixar de ver a arquitetura como objetos isolados e sim, como uma transformação inexorável da natureza”, Grafton Architects apresentou: “Arquitetura como Nova Geografia” na Bienal de Veneza de 2012. A exposição explora a obra do arquiteto brasileiro no contexto de seu primeiro projeto na América do Sul: uma universidade na cidade de Lima.

O júri internacional da Bienal de Veneza 2012, premiou o escritório com um Leão de Prata por sua impressionante capacidade de conectar-se as ideias de Mendes da Rocha e realizar uma releitura da paisagem.

Depois de vencer o concurso para o campus  da UTEC, o escritório imediatamente vislumbrou a Paulo Mendes da Rocha como fonte de  ideias sobre como intervir  na paisagem e clima peruano. Em contato direto com o famoso arquiteto brasileiro, desenvolveram  a obra inspirada no projeto do estádio Serra Dourada  de 1973, partindo do conceito da universidade como uma “área de aprendizagem”.

Estádio Serra Dourada – Cortesia de Grafton Architects

A exposição interliga o trabalho de Grafton Architectes com o estádio de Mendes da Rocha utilizando o senso de lugar-comum, demonstrando como uma boa abertura é um ponto de partida para a boa arquitetura. A mostra explora temas da “geografia construída”, “paisagem abstrata” ou “paisagem e infraestrutura.”

UTEC – Universidade de Engenharia & Tecnologia em Lima, Peru – Cortesia de Grafton Architects

Os modelos exploratórios exibidos reúnem desenhos e imagens comparativas de Paulo Mendes e Grafton Architectes.

Croquis UTEC – Universidade de Engenharia & Tecnologia em Lima, Peru – Cortesia de Grafton Architects

Grafton Architects elogiou a  Paulo Mendes por sua generosidade, por por conceder total liberdade ao escritório para reapresentar o seu trabalho e usá-lo livremente, definindo seu trabalho como fonte de  inspiração, cada vez mais intensificada à medida que se aprofundavam nele.

© Nico Saieh

“Arquitetura como Nova Geografia”, recebeu o apoio de: Universidade de Engenharia e Tecnologia – UTEC, Lima, Peru, e da Cultura da Irlanda. As maquetes foram  feitas pela escultora Eileen MacDonagh, e por  Grafton Architects com o apoio da UCD.

Arquitetos: Grafton Architects  e Paulo Mendes da Rocha

Equipe: Yvonne Farrell, Shelley McNamara, Ger Carty, Philippe O’Sullivan, Simona Castelli, Kieran O’Brien, Matt McCullagh, James Rossa O’Hare, Donal O’Herlihy, Joanne Lyons, David J. Healy, Ivan O’Connell, Edwin Jebb.

Escultora: Eileen MacDonagh

Cliente: UTEC Lima

Suporte adicional: Eduardo Hochschild, Juan Ichaustegui Vargas (UTEC, Lima), Mario Rivera Orams e Cultura Irlanda

Agradecimentos: Annette Spiro, Marta Moreira/MMBB, Frederick Cooper, Hugh Campbell (UCD School of Architecture), Klaus Bode (BDSP) Dermot Foley Landscape Architects

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato. Cita:Joanna Helm. "Bienal de Venecia 2012 - Prêmio Leão de Prata: Arquitetura como Nova Geografia / Grafton Architects " 15 May 2013. ArchDaily. Accessed . <http://www.archdaily.com.br/br/01-69409/bienal-de-venecia-2012-premio-leao-de-prata-arquitetura-como-nova-geografia-grafton-architects>
comments powered by Disqus